Chris Brown em entrevista à MTV - tradução

Recentemente Chris Brown deu uma entrevista à MTV. Agora, CHRIS BROWN PORTUGAL, em exclusivo , deixamos aqui toda a entrevista traduzida! ...


Recentemente Chris Brown deu uma entrevista à MTV. Agora, CHRIS BROWN PORTUGAL, em exclusivo, deixamos aqui toda a entrevista traduzida!


Sway: Quando tu relembras essa noite, o que é que tu dizes exactamente?
CB: Eu digo: o que é que tu fizes-te? Como é que tu Chris, passas dum ponto A ao ponto B. Aprender dos meus erros e fazer com que os outros aprendam desta situação e no fim, ser a pessoa que tu amavas ser.

Sway: Como é que tu pensas que o público te vê agora?
CB: Bem, eu estou confuso na verdade. Os meus fãs amam-me, eles continuam a apoiar-me mas há também outras pessoas que não me apoiam mais, é um pouco 50/50. Eu sou humano, por isso as criticas magoam-me, eu sou ainda um jovem homem, ainda não passei a fase do "aceitar as más críticas", eu não vos vou mentir, magoam-me. Do genero, eu estou fora de casa e chamam-me para dizer coisas menos boas, e pronto, eu sei que cometi um erro e aprendo com ele. Então é isso, é doloroso.

Sway: Qual é a coisa mais dolorosa que te possam dizer?
CB: Coisas do genero "agressor de mulheres", "tenho medo, eu detesto-te", ou então um coisa do genero "oh, não te aproximes muito de mim, tu ainda podias-me pregar um muro em cheio na minha cara". Eu ignoro esse tipo de comentários mas no fim, a gente deve continuar a viver assim.

Sway: Tu apareces-te publicamente a desculpar-te várias vezes. Quando tu fazes pedidos de desculpa, porque é que tu desculpas exactamente?
CB: Quando eu peço desculpa, eu desculpo-me verdadeiramente devido à situação, mas quando eu me exprimo publicamente, é por aqueles que eu deixei cair, para os fans, que investiram em mim, que pensavam que eu era verdadeiramente um modelo para eles. Eu queria desculpar-me sinceramente para que compreendem que eu quero aprender com os meus erros.

Sway: Tu esperas não voltar a levantar a mão a uma mulher?
CB: Nunca, e tenho a certeza.




Sway: O que é que tu nunca pensas-te fazer?
Entrar em raiva.

Sway: Na entrevista ao Larry King, tu disses-te que, quando tu voltavas a pensar sobre o incidente, tu não acreditavas que eras tu. Com o tempo agora, tu dás-te conta do que verdadeiramente se passou?
Neste momento, eu estou a ter aulas sobre violência doméstica, e na verdade, isso ajuda-me bastante. Há pessoas que dizem "oh não, eu não preciso de tratamento" e tudo, mas na verdade eu sinto prazer em aprender como gerir a raiva. O truque é ser capaz de pegar uma decisão de querer mudar e melhorarmos, ter noção que no final, o extremo não é a melhor solução.

Sway: Eu estou curioso, como é que se passa? É um grupo ou um cara à cara, ...?
CB: É um grupo, tu tens que ouvir o que os outros pensam/sentem.

Sway: O que é tu aprendes-te contigo mesmo, sobre a violência doméstica?
CB:Ajuda a saber como as coisas podem ser degeneradas, o que é que mudou, se foi isto ou se foi aquilo. Mas nós jovens agimos sempre antes de pensar, e então isso ajuda a aprender a pensar antes de agir.

Sway: Tu deves fazer trabalho comunitário, e tendo em conta o teu trabalho comunitário, tu "twittas-te" no teu twitter, fotos tuas em pleno trabalho. Porque fizes-te tu isso?
CB: Eu fiz isso para mostrar que eu aceitei verdadeiramente as minhas responsabilidades, e que eu faço o que foi realmente dito para eu fazer. E não só, eu também faço questão de o fazer, mas na verdade não, eu quero sem dúvida mostrar que eu aceitei as minhas responsabilidades e que eu estou a pagar pelas minhas acções.

Sway: E como é, como é que se passa?
CB: Bem, são 8horas por dia que me ajudam a pensar, eu penso muito mesmo ao apanhar o lixo e tudo. É muito tempo passado sozinho, já não é como os momentos em que eu passava com os meus amigos.

Sway: O que é tu pensas exactamente sobre o facto de fazeres trabalho comunitário?
CB: Eu penso em como eu levo as coisas na minha vida, isso torna-me verdadeiramente humilde pois ficamos muito tempo a pensar na nossa vida.

Sway: Tu podes realmente abrir os olhos às pessoas, devido à tua experiência, em situações idênticas, ensinares como gerirem esta situação. Que conselho darias tu aos jovens homens que possam ser agressivos para as suas amigas/namoradas?
CB: Aprender sobre ti mesmo, em primeiro. É importante que as pessoas possam falar para que aprendem a gerir a sitaução.

Sway: E qual conselho darias tu a uma jovem rapariga que possa estar numa relação de abuso ou que a abusem?
CB: Eu diria a mesma coisa que eu diria a um rapaz, tentar avaliar a situação. E se essa situação existe, tu deves ir e deixar o caso. Assegurar que o relacionamento é bom, porque se não, não é um relacionamento.


Sway: Depois que tu voltas-te, eu acho que as pessoas não tomam isso a sério. A que ponto isto é sério para ti?
CB: É totalmente sério para mim. Em comparação com o canal onde escreveram "Oops" isso não teve nada a ver com a situação. Expressamente as pessoas diziam "merd* é uma enorme corrente!" e tu respondes "Oops", do tipo "eu não te queria perturbar". Não tem nada a ver com a situação, é apenas um acessório de moda e é aí que nós vemos como as pessoas se relacionam com isto. Então, quando eu vi que isso fazia falar muito neste canal eu disse para mim mesmo "bem, nós vamos remover isso!".

Sway: Tu exprimiste-te sobre o facto de que amavas muito aquela rapariga (Rihanna), e agora tu não te podes aproximar dela ou contactá-la. Como é que isto te afecta na tua vida?
CB: Afecta-me bastante, então eu concentro-me na minha música, na minha carreira, nos meus fans. Concentro-me verdadeiramente em mim mesmo, o que eu devo fazer para que a situação não se possa repetir, seguir o meu progresso e assegurar-me no final que eu sou uma pessoa forte.

Sway: Quais os traços da personalidade dela que te fazem mais falta?
CB (pequeno sorriso): Eu guardo isso para mim mesmo!

Sway: Umas coisas são privadas e outras públicas pois tu metes no teu Twitter. Como recentemente, tu metes-te um vidéo de "Changes Man" com fotos de ti e Rihanna felizes. No que é que pensas-te ao fazer isso?
CB: Afinal de contas eu sou um humano então... bem, eu estava no Twitter, eu olhei para os comentários e tudo, e disseram-me "Chris, vê este vídeo", era um video feito por uma fã e quando eu vi, eu disse para mim mesmo "pora, estas fotos são excelentes". Então sim, eu decidi colocar no meu Twitter, mostrar que não haviam momentos maus, que a gente era verdadeiramente próximos.

Sway: O que é que Rihanna pensa disso?
CB: É uma boa questão, eu coloquei-a a mim mesmo mas eu pensei que isso não a ofendia, não diz/mostra coisas más sobre ela ou assim. É para me desculpar através do genero de vídeos mas eu não sei o que ela pensa exactamente.

Sway: Na tua entrevista à rádio com Angie Martinez, tu disses-te que Will Smith te tinha telefonado, como é que tu te sentis-te?
CB: Várias pessoas telefonaram-me como Busta Rhyme, Swizz Beatz, Puff Daddy.

Sway: Como é que consideras que é uma pessoa amiga?
CB: Quando me dizem "Ok, tu cometes-te um erro, agora é preciso aprender com ele". O facto que levam ao ponto de me perguntar como é que eu me sinto.

Sway: O que é que tu aprendes-te destes conselhos que a gente pôde te dar?
CB: Aprender com os meus erros, pois claramente eles me dizem "rapaz, tu aparafusas-te.".

Sway: O que é que tu retens sobre ti mesmo?
CB: Sobre mim mesmo eu diria que eu sou como eu disse, graças aos cursos que eu sigo, certifico-me que saio mais forte para tornar-me num homem. É alguma coisa que eu não irei esconder ou assim, pelo contrário, eu quero garantir que me ajuda a tornar numa pessoa melhor.

Tradução feita por: CHRIS BROWN PORTUGAL

Vê mais

4 comentários

Flickr Images