Uma noite com Chris Brown

Em Antwerpen - Bélgica. 05 Dec. 2012 Realizei um dos meus sonhos... ver Chris Brown ao vivo, estar a poucos metros dele, a partil...

Em Antwerpen - Bélgica. 05 Dec. 2012



Realizei um dos meus sonhos... ver Chris Brown ao vivo, estar a poucos metros dele, a partilhar o mesmo espaço, a respirar o mesmo ar, a apoia-lo pessoalmente, à sua frente, a ouvi-lo.
Nunca na minha vida vivi tanto o presente, como vivi na noite passada. Nunca na minha vida 1 hora passou tão depressa ao ponto de eu achar que eram 5 minutos.
Cheguei em cima da hora, o trânsito e o forte nevão que se verificou na noite passada para quem ia em direcção a Antuérpia, era incrível. O GPS do carro indicava que, como tal, eu iria chegar ao local quando o concerto estaria prestes a terminar. Felizmente, ligamos as luzes de perigo, metemos pela berma, e rasgamos o trânsito. Chegamos na hora. Estacionamos o carro no parque de estacionamento do Sportpaleis, e reparei em 5 autocarros pretos, 1 deles, do Chris Brown. Estavam pertos, a 30 metros mas seguranças e barreiras impediam a aproximação aos mesmos.
Entretanto, fui barrado à entrada. Levei a minha camara HD e um dos seguranças disse que eu tinha de o guardar no carro ou então num espaço no pavilhão. Entrei, escondi a máquina, e eis que entro no recinto onde toda a magia começara a acontecer. Um pavilhão absolutamente cheio a gritar na recepção ao nosso artista. Estive a umas poucas dezenas de metros dele. Sentir a sua voz tão perto, e vê-lo ao mesmo tempo, parecia um sonho tão real. Tiro a minha máquina, começo a fotografar, e a tremelicar por não acreditar que eu estava ali, a viver aquilo.
Entretanto a noite corre, das músicas clássicas, ao enorme momento do seu DJ (Baby Drew) que meteu o pavilhão a saltar, passando por aquelas músicas mais sensuais até "All Back", "Dont Judge Me", "Dont Wake Me Up", "Yeah 3x" e encerrando com "Turn Up The Music", Chris Brown mostrou a sua energia e emoção. Chris exibiu-se a dançar 2 minutos em cima de um instrumental e deixou o público surpreendido. A mim também! Foi incrivel! Mas apesar dessa sua energia, emoção, e mostrar amor ao fãs, pareceu-me ver um Chris Brown cansado e triste. Ao cantar All Back, o público mostrou-lhe um certo apoio, um "estamos contigo", mas foi em Dont Judge Me que Chris surpreendeu. Ele cantou a música de uma forma absolutamente sentida. Eu não fiquei indiferente, cantei, acompanhei-o como muitos outros, mas a partir dum momento foi absolutamente impossível eu continuar e creio que o público também. Chris Brown arrepiou, transmitiu a sua emoção e o público simplesmente gritou e bateu palmas em forma de apoio. Para muitos, certamente terá sido impossível reterem as lágrimas, para outros, um f*da-se/f*ck fez-se ouvir. Confesso... não gravei. Não gravei porque quis viver aquele momento e porque sabia que eu iria recordar tudo, guardando o tão especial dia, dentro de mim.
Chris Brown avança no tempo, e nós avançamos com ele. É um jovem adulto, mas que como qualquer outro artista, um dia chegará ao fim da sua carreira. E enquanto esse dia que já esteve mais longe, não chega, continuemos a mostrar o seu apoio. Continuem a encher os pavilhões na sua presença. Mostrem-lhe apoio todos os dias, e da mesma forma que ele pode esconder as suas fraquezas mas mostrando sempre energia ao público, mostrem também, vocês, a vossa energia a ele. Porque ele bem merece, apoio, energia, e sobretudo... deixar de ser julgado. Porque foi isto que também se sentiu na noite passada.
Obrigado Chris Brown, por teres realizado um grande sonho e certamente... o de muita gente. Isso significa quase 1 mundo para todos nós. E é pena não te conseguirmos transmitir isto, às vezes. Porque é esta a energia positiva que precisas de ler e ouvir.
Obrigado também à Team Breezy.

Parte de "Don't Judge Me" (live). (nota: a parte que arrepiou um pavilhão cheio! - 1:15/1:30seg.)




Vê mais

2 comentários

Flickr Images