Chris Brown: A Lenda!

Mais uma vez, aqui estão provas do quão talentoso é o nosso Chris Brown e do quão poderosa é a sua família Team Breezy ! Mesmo "não es...

Mais uma vez, aqui estão provas do quão talentoso é o nosso Chris Brown e do quão poderosa é a sua família Team Breezy! Mesmo "não estando presente" neste momento, ele não deixa de brilhar e cada vez mais as pessoas se apercebem da lenda que ele é/irá ser!
Tanto a revista "Vibe" como a "The Source" fizeram artigos a valorizá-lo! Lê aqui:

The Source: "Chris Brown: O Rei do R&B?"

Relembrando a última década na música, especialmente no R&B, temos visto a ascenção e a queda de muitas estrelas. Muitos dançaram, cantaram e chamaram a atenção de mulheres de todo o lado, mas ninguém o fez tão facilmente como Chris Brown. Entrou a dançar nos nossos corações em 2005 com o seu single de estreia "Run It", lançando mais tarde, nesse ano, o seu álbum "Chris Brown" e o resto, dizem, é história. Álbum após álbum, Chris relembra a todos que quando se trata de R&B, ele é rei e, se a sua proclamação não foi suficiente, apenas perguntem aos milhões e milhões de fãs quão grande é Chris Brown. Cinco álbuns, quatro tours mundiais e muitas nomeações depois, o Chris continua o número 1. A 9 de Março, as primeiras imagens de 'Loyal', pertencente ao seu álbum, X, apareceram e o videoclip [que foi lançado a 24 de Março] ganhou 10 milhões de visualizações em apenas 7 dias. Provando mais uma vez que ele é imparável em termos musicais. Excluindo a sua vida pessoal, ele não é o melhor cantor R&B da última década?

O género R&B criou lendas como Michael Jackson, Teddy Pendergrass, R. Kelly e Chris Brown. A dominar este género há quase 10 anos e a contar, é impossível não compará-lo aos melhores do R&B. Com apenas 20 [24] anos, Chris já tinha conseguido 14 aparições nos Tops 20 da Billboard, 2 NAACP Image Awards, 9 [12] BET Awards e 1 GRAMMY pelo seu álbum memorável, 'F.A.M.E.' Distraídos pela vida pessoal do Chris, muitos ignoram tudo o que este multitalentoso artista fez para o R&B e o impacto que ele teve na indústria musical ao longo dos anos. Respeitando os muitos artistas talentosos que estão em competição com Chris Brown pelo primeiro lugar no R&B, simplesmente não há comparação com tudo o que o Chris nos deu.

(...) Eu teria que concordar que, em termos vocais, ele pode não ser tão perfeito como outros artistas, no entanto as suas performances são as mais cativantes. Os olhos estão colados ao ecrã quando o Chris atua em qualquer palco. De algum modo, muitos esqueceram o momento em que o Chris chocou o mundo com o seu icónico tributo a Michael Jackson. Provando mais uma vez que o Chris é o artista de R&B mais talentoso em jogo.


O visual de 'Loyal', com Lil Wayne e Tyga, segue na perfeição o visual cativante do seu single anterior, 'Fine China'. Neste seu vídeo mais recente, mostra-nos o quão fácil é para ele divertir-se, atuar e captar a atenção do mundo outra e outra vez. O conteúdo da música é um pouco (muito pouco) agressivo mas para os seus fãs, é isto que eles têm vindo a amar e a gostar de Chris Brown. Dez milhões de visualizações depois, parece que não importa o que ele esteja a cantar, a usar ou a dançar, o mundo continua a segui-lo no seu caminho em direção ao auge do R&B. Com outro sucesso como 'Loyal' a questão permanece: Será que há alguma coisa que pare Chris Brown? Os fãs apenas podem esperar e ver. Até lá, vamos ao debate: Nos últimos 10 anos, quem teve mais impacto que Chris Brown?

(artigo por Devin Cobbs): The Source


Vibe: "Porque precisamos que Chris Brown tenha a sua vida"

Michael Jackson estava no auge do seu status como enigma polémico em 1987, quando o mundo viu pela primeira vez a sua face mudada, críticas duras cercaram a sua vida pessoal. Por coincidência, nesse ano, MJ lançou o seu álbum 'Bad' que bateu recordes. Se o mundo tivesse tido sucesso na "crucificação" de Jackson teria perdido o ícone da música pop
O que é que perdemos agora se crucificarmos o nosso polémico enigma, Chris Brown?

[Tendo sido alvo de duras críticas e rótulos], o nome de Breezy tem sido tão arrastado pela lama que o rapaz que gritou "Yo!" é uma memória distante. Mas lembrem-se, o seu nome ainda é sinónimo de puro talento. Pondo de lado os seus problemas, Chris Brown tem o material de que as lendas são feitas. E se a lama não for limpa para revelar aquela qualidade de estrela ofuscante, nós é que perdemos.

Breezy ainda é responsável por clássicos modernos inegáveis como 'Fine China' e 'Forever'. Ele é o mesmo rapaz que conseguiu acompanhar Busta Rhymes e Lil Wayne à sua própria maneira em 'Look At Me Now'. Aquelas mesmas pernas são as que nos dão coreografias ainda inalcançáveis por qualquer artista da sua idade. O Chris ainda não teve o seu "momento Bad", mas vamos ver onde 'X' nos leva. Todo o seu potencial como artista ainda não foi percebido, e que pena será se ele nunca alcançar a marca que ele é, indiscutivelmente, capaz de alcançar. A marca que precisamos que ele alcance.

Chris não é inocente. E isto não é mais uma desculpa "mas o Chris é tão talentoso". Ele precisa de se recompor - em primeiro lugar, por ele próprio - mas também pelo bem da cultura. (...) nenhum artista desta geração tem, simultaneamente, tanta influência no R&B e no hip-hop; e ele tem a capacidade de mudar ambos os géneros para sempre. Mas ele tem que se endireitar primeiro. Ele ainda tem que explorar por completo a sua grandeza artística devido às distrações dos seus riscos. Os seus riscos são o seu negócio. A sua arte é nossa.

Então, em vez de rezarem pela sua queda, será mais inteligente torcer por ele. Esperar que Breezy se conserve, será bom para a música (e para ele próprio). Há tanto espaço para melhorias no seu julgamento pessoal como há no seu desenvolvimento profissional. Pensem em como todo o mundo se sentiu em relação a Michael Jackson ser branco ou preto ('Black Or White'), e ficam apenas com um homem que mudou o mundo.

Subtraiam agora Chris Brown da equação, e ficamos com o negativo.

(artigo por Iyana Robertson): Vibe

Vê mais

0 comentários

Flickr Images